A Evolução dos Sistemas Anti-Incrustante

 

Resíduos de resinas, colas, gorduras e impurezas em geral devem ser eliminados ( a madeira deve estar seca, sem nenhuma umidade ou então certamente haverá o aparecimento de bolhas) com um excelente lixamento (textura áspera); então depois de um curto período o primer será aplicado na madeira verde de toda a embarcação, especialmente no cume e suas partes internas e nas intersecções, onde a umidade penetra mais. Geralmente 2 camadas são suficientes, que devem penetrar completamente, sem película externa, mas para evitar a falha de aderência dos produtos subsequentes em função do pouco resíduo de película. Um lixamento preliminar de segurança é necessário antes de continuar a aplicação de selantes de proteção. O casco que recebeu a aplicação de primer é recoberto com selante de um ou de dois-componentes (200  mm em 4 camadas completas) e mais tarde com 2 camadas de tinta antiincrustante à base de cobre (100 - 120 mm). Nas partes externas, se a opção for pelo ciclo de dois-componentes, após o uso de primer, o selante epóxi (100 - 150 mm em 2 ou 3 camadas) seguido de esmalte (80 mm - 2 camadas) será usado. Se a opção for pelo sistema de um-componente, após o uso de primer, a prevenção de ferrugem é usada (100 -150 mm em 2 ou 3 camadas) e a seguir 2 camadas de esmalte serão aplicadas. Cuidado com a escolha de sistema de um ou de dois-componentes para o casco e partes externas, que em se tratando de madeira, também deve levar em conta a flexibilidade. Na verdade, o sistema de dois-componentes pode ser muito rígido e por isso ele pode "despregar" em madeira muito flexível. Neste caso, os sistema de um-componente é recomendado (tabela).

 

Sistema Bicomponente - Excelente desempenho - resistência química (abrasão) e mecânica - Alto poder anticorrosivo e selante- Durabilidade (mínimo de 5 anos) - Alto custo - Aplicação difícil - Jateamento de areia no aço - temperatura de aplicação 10-30 C - Recobertura ( 20C de 12 a 48 horas) - Seca através de reação química - malha base/catalisador - Lançamento em 7 dias - Não recomendado para madeira flexível.

Sistema Monocomponente - Bom desempenho - Boas propriedades anticorrosivas - Excelente selante (para tintas antiincrustrantes) - Menos durável (máximo de 5 anos) - Baixo custo - Aplicação fácil - Jateamento de areia no aço/lixamento por disco/lixa e escovamento - Temperatura de aplicacção 5-30C - Seca por evaporação - Lançamento em 1 ou 2 dias - Não recomendado para madeira flexível

 

O que acontece se o barco já foi pintado?

 

A madeira antiga é mantida, sendo reabilitada. O ciclo é o mesmo que o anterior, com a exceção do primer que neste caso é inútil porque a madeira já foi tratada com o primer. Ao invés disto, 4 camadas de primer são usadas (1 - 2 componentes) havendo o afinamento apenas da primeira camada em 20% ou até mesmo em 30% porque assim a tinta tem maiores propriedades de umedecimento, penetrando e " selando" as fibras da madeira. Se a madeira não é reabilitada, o ciclo é iniciado novamente até as partes removíveis. Naturalmente que o pré-tratamento deve ser seguido rigorosamente, de forma a também testar os selantes pré-existentes.

No caso de madeira decorativa, aquela com aplicação de vernizes (que devem ser misturados por um longo tempo) a regra é a mesma: se a madeira ainda está macia é usado um primer (no mínimo duas camadas com penetração total, seguidas de lixamento), depois as primeiras camadas de verniz com afinamento (30% para a primeira camada , 20% para a segunda e 10% para a terceira) seguidas de revestimento completo. O verniz pode ser tanto de um como de dois-componentes. Como já mencionado anteriormente, o primeiro é adequado para madeira flexível tendo a durabilidade de dois anos, e o de dois- componenetes tem a durabilidade de 5 anos se for suficientemente espesso. O produto de um-componente exige pelo menos 6 camada e o de dois-componentes pelo menos 4 camadas (tabela acima). Para uma boa proteção em ambos os casos, entre 10 e 12 camadas ou até mais, devem ser aplicadas, também é preciso lixar de forma apropriada entre as camadas com lixa fina de papel, sem esquecer de remover o pó. No momento de recobrir, a madeira está completamente reabilitada e então as primeiras camadas de verniz afinado (30%, 20% e 10%) são aplicadas, seguidas de revestimentos completos. A taxa de rendimento de quase todos os vernizes é de aproximadamente 10 m2 /lt e a espessura/camada é de 35 mm. A espessura dos vernizes é a soma de todas as camadas individuais que foram aplicadas e depois lixadas. No mínimo, deve-se atingir 200 mm para a obtenção de proteção média. Nunca recubra antes do processo total de secagem, pois isto invalidaria o trabalho (formação de bolhas).

 

 

Promar Tintas Náuticas - Av. Anita Garibaldi, 1223 Curitiba - PR - Fone: 41 - 3254-1502